Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

13
Dez17

Barba na cara e sorriso de miúdo

Pelo meu post de terça feira acho que toda a gente que por aqui passou se apercebeu do que se estava a passar: foi o aniversário do meu Rapaz. Andei as últimas semanas a contar os dias para que o seu aniversário chegasse, porque gosto sempre de ter uma desculpa para ser chata. Neste momento, não estando a trabalhar, é verdade que passo mais tempo em casa. Passo muito tempo no computador, a trabalhar para a faculdade, para o blog e para o canal. Nos tempos livres vou ao ginásio quando o frio lá fora não é demais. Ele está a trabalhar, num sítio novo em que precisa de estar atento para aprender o mais possível e por isso tenho que me conter em mensagens e telefonemas. No aniversário dele estava mais à vontade. 

 

Outra das razões pelas quais eu estava tão entusiasmada por terça feira foi o facto de me parecer que estava a conseguir guardar um segredo. Eu sou péssima a fazê-lo, sobretudo os segredos bons, as surpresas e coisas que sou eu a preparar. Eu adoro fazer as pessoas sorrir, ver a cara de surpresa delas quando finalmente posso revelar o segredo, mas infelizmente, raramente o consigo fazer. Fico tão, mas tão ansiosa, que acabo por estragar a surpresa por dar demasiadas pistas. Sou a típica pessoa que diz "nem imaginas o que preparei. Queres saber? Não?! Como não?! Vá lá, deixa-me só dar-te uma pista!". É parvo e contra producente, eu sei, até porque quando sou eu a surpreendida não gosto nada de receber a mais pequena pista antes. 

 

12
Dez17

O que a manchinha juntou, ninguém pode separar!

Eu tenho uma mancha no queixo da qual nunca fui grande fã. Desde pequena que essa pequena mancha escura no queixo, um sinal ou marca de nascença, era motivo para gozo no infantário e na primária. Hoje em dia chamar-se-ia a isso bullying, na altura eram só... coisas de miúdos. A verdade é que rapidamente arranjei a resposta ideal para essas provocações: "quando tiver 18 anos posso tirar isto!" e durante muitos anos, mesmo já sem gozos de miúdos parvos, tinha a convicção que iria tirar a minha mancha do queixo. 

 

Já crescida, o que normalmente acontecia era alguém de ar muito preocupado começar a tentar limpar a mancha por acharem que eu andava por aí com o queixo sujo de café. Aí já não levava nada a mal, e até nos ríamos depois por ver quão atrapalhada ficava a pessoa que me tinha feito isso. Deixei de dizer que queria tirar a minha mancha, mas continuava a não ser a sua maior fã. 

 

 

11
Dez17

conselhos de valor acrescentado

Hoje é segunda feira e normalmente, de uma maneira geral, é considerado por muitos o pior dia da semana. A maior parte da malta não gosta de ter que voltar "à vida real", coisa que compreendo perfeitamente sobretudo com este tempo que só dá vontade de ficar a ver filmes em casa de lareira acesa. Pessoalmente, o dia que menos gosto é mesmo o domingo porque começo a sofrer por antecedência, a pensar que dali a menos de vinte e quatro horas começa uma nova semana. E esta, que começa com esta segunda feira chuvosa, é especialmente importante. 

 

Perdi a conta ao número de posts que fiz aqui sobre as minhas dúvidas relativamente ao meu mestrado. Falei aqui dos meus medos, das minhas dificuldades e falei até de desistir. Durante os últimos meses concentrei-me em todas essas coisas. Fui fazendo as coisas, os relatórios, os trabalhos, as apresentações, sempre com todos esses pontos de interrogação na minha cabeça. Ao invés de se irem dissolvendo, parecia que aumentavam. O que eu não reparei foi que, mesmo tendo todas essas perguntas na cabeça, o tempo continuavam a andar para a frente. Tanto, que nem reparei que hoje, nesta segunda feira chuvosa, começa a última semana do meu primeiro semeste do mestrado. 

07
Dez17

Sobre viver no campo

Não tinha planeado escrever sobre nada disto que vos estou prestes a escrever. Aliás, esta mudança de tema não aconteceu sequer há mais de 10 segundos. Vinha aqui falar-vos de mais uma série da Netflix que eu adorei e que me deu alguns pesadelos, mas que nem por isso queria menos partilhá-la com vocês. Sentei-me onde me sento todos os dias para escrever no blog, o meu sítio preferido: na mesa da sala. A sala é grande e espaçosa e parece que há espaço para todas as palavras que tenho na cabeça. Escrevo a esta hora porque normalmente estou sozinha e, apesar de ser capaz de escrever com pessoas à minha volta, esta é a minha forma preferida de escrever. A melhor parte? As duas janelonas enormes, do chão até ao teto, que me rodeiam. 

 

Geralmente gosto delas apenas porque entra muita luz e, nestes dias em que a casa é um autêntico gelo, gosto também se sentir o quentinho do sol da entrar. Torna a experiência de escrever nesta mesa muito mais agradável - caso contrário, já nem conseguia mexer os dedos no teclado, tal seria o frio! Hoje quando aqui me sentei estava tudo igual aos outros dias, os meus olhos é que olharam à volta com olhos de ver e é esse o tema deste meu "post surpresa". 

 

 

06
Dez17

Paleo cenas

Vocês vão-me desculpar, mas vão ter que aturar esta minha semana mais complicada em que a questão do meu aumento de peso não me sai da cabeça. Acreditem, não é que não tenha mais tema nenhum para escrever - aliás, entrámos em Dezembro e eu ainda nem sequer fiz UM POST mais natalício -, mas digamos que toda esta situação me apanhou um bocadinho de surpresa. 

 

Para melhorar tudo, tenho estado doente e por isso nem sequer tenho ido ao ginásio. Hoje já fui vestir o equipamento e tudo que é para não ter maneira de fugir. Hoje tenho que ir sem falta, se não a minha paranoia vai aumentar consideravelmente. Na companhia da minha tosse de cão e do meu nariz ranhoso, tenho passado os últimos dois dias a ler muito sobre dietas e alimentação no geral. Uma coisa vos digo: é assustador. Todos nós já sabemos que uma das coisas mais fáceis do mundo é depersarmo-nos no mundo online, mas ultimamente as minhas pesquisas têm caído pelos buracos mais negros. 

 

05
Dez17

CINQUENTA MIL QUÊ?!

O título deste post é a tradução da minha cara quando acordei hoje de manhã e li uma mensagem do meu Rapaz que terminava com "Parabéns meu amor, chegaste às 50 mil visitas no blog!!!". Não sei se por ainda estar meia a dormir que nem tive grande reação, mas depois de me levantar, abrir o blog e ver aqui aquele número tão redondo, confesso que tive vontade de andar pela casa aos saltos. E andei mesmo - quem me conhece não terá dificuldade alguma em imaginar esse cenário. 

 

Digo várias vezes que não criei um blog pelos números. Aliás, quando criei este blog nem sequer sabia que já dava para ter subscritores na Sapo. Também não criei este blog com o objetivo de começar a receber presentes grátis de marcas que adoro - esse é daqueles bónus maravilhosos que nunca ninguém se há-de queixar se acontecer, mas não foi nem é o meu incentivo para trabalhar neste meu cantinho, tal como acredito que não é para a maior parte das pessoas que se metem nestas aventuras.

 

A Marta

Sinonimo de Carmezim

ÚLTIMO VÍDEO

@mcarmeziim

Parcerias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal