Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

12
Out17

A Leiga e o Marquês

Vamos tentar fazer uma coisa difícil, vamos? Vou tentar falar de política. Já disse aqui, aquando do meu post sobre as últimas eleições autárquicas, que a política é um tema que cada vez mais me interessa. Não sei bem se é a área em si que me interessa ou se esse interesse advém de um sentido de sobrevivência. Digo isto porque hoje, mais do que nunca, tenho noção - ainda que tenra - da quantidade de setores que dançam a par de forças partidárias. Isto era algo que para mim nunca tinha sido óbvio. 

 

Ter entrado para o mundo do trabalho abriu-me os olhos para muita coisa e é por essa razão que não sei porque é que a política é algo que hoje me interessa mais do que há dois ou três anos atrás. Se calhar é por achar que, com esforço e na altura certa, até seria capaz de fazer algo útil pela minha comunidade ou se simplesmente estou interessada no tema porque preciso de arranjar emprego para sair de casa dos meus pais. 

 

 

Independentemente das razões que me levem a interessar-me pela situação política em Portugal e no mundo atualmente, a verdade é que o escândalo da Operação Marquês faz-me sentir outra vez como se não percebesse nada disto. Quando José Sócrates estava no auge do seu poder eu não queria nem saber do que se passava no panorama político nacional. Chamou-me minimamente a atenção quando ele foi preso, sem ainda saber muito bem o que raio se passara. Hoje, ele - e mais uns quantos nomes sonantes - estão na berra outra vez. Só a investigação, segundo a minha pesquisa, já tem mais de quatro anos.

 

"E ainda bem que estão na berra!" disse o meu pai ao almoço, quando começou a dar mais uma das inúmeras reportagens de investigação que cada estação televisiva nacional decidiu fazer. Mesmo agora, enquanto vos escrevo este post, ouvi algum repórter que acabou de fechar emissão a chamar a este caso "o maior da história da democracia em Portugal". A pergunta que então acho pertinente colocar, ainda que duma perspetiva tão leiga como ainda é a minha, é: como é que um caso de corrupção dura tanto tempo, se arrasta de tal forma, acabando num escândalo destas dimensões? 

 

 girl reactions confused kid awkward GIF

 

Na minha opinião, é preciso ter arte. Eu, que apesar do esforço, ainda não percebo bem o que afinal se passa, acho que é preciso ter MUITA arte para conseguir esconder uma rede - porque é isso que me parece ser - durante tanto tempo, movimentando tanto dinheiro para só agora, "estar na berra". Deduzo que seja melhor tarde que nunca, mas não deixa de ser, digamos, curioso. Tivesse eu tirado um curso em sociologia ou ciência política e certamente já tinha tema para a minha dissertação de final de curso. 

 

Depois, este caso tem ainda aqueles contornos "à lá eleição do Trump": é capaz de fazer rir quem vê as notícias na televisão, mesmo que isto não tenha graça absolutamente nenhuma. Na reportagem da SIC, a que vi no Jornal da Uma, passaram vários excertos dos interrogatórios a José Sócrates e um excerto dum telefonema entre o "Senhor Engenheiro" e Carlos Santos Silva. A reação é, das duas uma: uma gargalhada, ou um queixo no chão. 

 

Ouvir José Sócrates naquele interrogatório específico - não ouvi outros excertos - é quase constrangedor. Tive vontade de esconder a cara entre as mãos e me enterrar na cadeira. As pausas no discurso e o português que usa são como fios de lã que ele tenta andar ali às voltas e mais voltas até se ter um grande novelo de nada. O que excertos como aquele mostram é que provavelmente terá sido assim que este jogo de interesses durou tanto tempo e por isso tem um processo judicial com mais de seis mil páginas. 

 

Tenho um professor que diz que Portugal e Brasil têm uma relação complicada porque Portugal olha para o nosso "país irmão" e sabe que se está a ver a si próprio no futuro -  no melhor e no pior. Dez vezes maior, dez vezes mais diversificado, dez vezes mais rico, dez vezes mais corrupto. Esta afirmação do meu professor dá que pensar, sobretudo com estas notícias a aparecerem na televisão a todo o momento: se este conjunto de arguidos conseguiu fazer isto tão bem, durante tanto tempo, quem nos garante que isto não continua hoje a acontecer? Se calhar só daqui a uns anos é que saberemos, mas até lá, é melhor esperarmos que não. 

 

Em suma, acho que posso dizer que tudo isto me faz muita confusão - e não falo só em perceber em concreto a dimensão do caso. Faz-me muita confusão porque independentemente das razões que me levem a começar agora a interessar-me mais pelo tema, a verdade é que depois dum escândalo destes deve ser muito complicado "limpar" o nome da política e do Estado português. Faz-me confusão que, se daqui a uns anos eu me meter nestas vidas, quer seja numa associação, numa juventude partidária, na junta da minha freguesia ou para presidente da república, eu fique automaticamente associada a um ambiente corrupto, a um jogo de influências, por muito transparente que queira ser. 

 

Isto sou eu, que não percebo nada disto, mas que estou a fazer um esforço para perceber. Ignorem a minha falta de léxico e a leiguice geral do meu discurso, mas isto é tudo muito surreal e ainda mais fica quando tentamos ouvir opiniões várias sobre o assunto.

 

Política há-de ser (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

2 comentários

Comentar post

A Marta

Sinonimo de Carmezim

ÚLTIMO VÍDEO

@mcarmeziim

Parcerias

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal