Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

24
Jun17

E não é que não queimei nada?

Este post poderia muito bem ser um post dos À Descoberta, porque apesar de não ser um restaurante, um hotel ou qualquer outro sítio propriamente dito que vos possa recomendar, foi para mim, efetivamente, uma descoberta. Foi uma descoberta daquelas que não te apanha propriamente de surpresa porque, no fundo, até já esperavas. No entanto, a surpresa não deixa de ser aqui um factor porque ultrapassou todas as tuas expectativas. Foi isso que me aconteceu há dois dias. 

 

Tal como partilhei com vocês, a tarde de quinta feira passada não foi nada fácil. Foram quatro horas fechada no quarto em lágrimas, que aumentavam substancialmente quando começava a pensar no meu futuro. Felizmente, só eu é que achei o meu chumbo um verdadeiro drama. Eu detesto falhar, é mesmo algo que sei que tenho de aprender a saber lidar e isto foi um ótimo exercício, sobretudo por ter visto a reação das pessoas à minha volta. Para além dos meus pais que, espetacularmente, me deram força para olhar para a frente - que é como quem diz, para o exame -, tenho um Rapaz que me enche de mimos e me oferece o colo para chorar - ao mesmo tempo que faz o pino para me ver sorrir. 

 

Ora, graças ao coração lindo do meu Rapaz, fui - e muito bem - empurrada para fora de casa para junto de dois amigos nossos. Estes amigos são daquelas pessoas que é impossível estar-se triste quando estamos todos juntos. Há sempre algum motivo de gozo - saudável! -, de riso, de conversa no geral. Para além de termos ido ter com estes amigos fomos também fazer algo que os quatro tanto gostamos: comer. 

Este jantar foi, no entanto, ainda mais especial que o costume: foi noite de sushi caseiro! Eu sei, como ficar triste com um programa destes? Não dá! 

 

Eles têm os dois muito jeito para a cozinha. Como diria a minha avó, têm mãos habilidosas, sobretudo ela. Chegámos e havia já camarão a ser frito, um mixórdia de couve com carne na frigideira com molho de soja - quase que choro aqui a relembrar o cheirinho -, as delícias do mar, o salmão, o abacate, o pepino... TUDO o que temos direito!

 

20170622_195435525_iOS.jpg20170622_195450498_iOS.jpg

20170622_195518019_iOS.jpg20170622_195535951_iOS.jpg

 

Dada a minha (não) relação com a cozinha eu estava ali como um burro a olhar para o palácio. Ou isso ou como uma fã que vê um artista a fazer uma obra de arte. Vi tudo com muita atenção, a delicadeza e o cuidado - e claro, a paciência - que se tem que ter para fazer uma refeição em que o grande protagonista é o sushi. Quanto mais os via, mais pensava no quanto vou querer um dia fazer-lhes um jantar assim em minha casa.

 

Portanto, obviamente que tudo isto - e dadas as quantidades industriais de sushi a que nos tínhamos proposto fazer - deu um trabalhão do caraças. No antes, no durante e no depois também porque eu não tinha noção da loiça que se suja a fazer sushi em casa! A verdade é que já me estava a sentir mal. Eu estava a ser, literalmente, aquela pessoa que só lá está a incomodar e a não deixar quem sabe trabalhar em condições. De uma maneira geral, estava a ocupar espaço. Então, o que é que a Marta decide fazer? Respirar fundo...

 

America's Got Talent nbc agt americas got talent americas got talent holiday spectacular GIF

 

.... e tentar ajudar a fazer sushi!

 

Eu sei, isto tinha tudo para correr mal. Confesso que me fez um bocado de confusão a parte de encharcar as pontas dos dedos em vinagre de sushi, mas ao fim da primeira já estava a achar aquilo divertidíssimo. Aliás, até lhe chamei de "terapêutico" porque ficamos tão concentrados em cobrir os cantinhos da alga e em pôr uma camada não muito alta de arroz - muito técnico, eu sei! - que deixamos até de ouvir o que se passa à nossa volta. 

 

Para minha surpresa - e para de todos - enrolei dois "canudos de sushi" (desde o chumbo que só penso em canudos) à primeira e ficaram bem bonitos! É que nem vos passa pela cabeça a vitória que aquilo foi para mim. No fim, todo o sushi estava maravilhoso, digno de restaurante japonês. Fiquei supreendida porque ultrapassou as expectativas - não só o sabor que um sushi caseiro pode ter, mas também toda a experiência -, mas ao mesmo tempo já estava à espera porque esta minha amiga é o Obama da cozinha (mesmo que não se goste - de sushi - não se fica indiferente a este aspeto!). Digam que tenho razão e que ela precisa de abrir um canal de culinária no YouTube. Azelhas da cozinha como eu iam agradecer!

 

20170622_215234058_iOS.jpg20170622_215242999_iOS.jpg

20170622_215222265_iOS.jpg

 

Isto foi um daqueles momentos que provavelmente, descrito assim, parece a coisa mais banal do mundo, mas foi uma experiência mesmo gira sobretudo depois de um dia tão feio. É como quando os amigos combinam fazer um churrasco e se fica ali montes de tempo até haver efetivamente comida, mas vai-se bebendo, vai-se comendo uns petiscos, mas acima de tudo vai-se passando tempo de qualidade. Foi graças a esse tempo de qualidade que percebi que um chumbo não é assim tão grave. Que se calhar não desiludi ninguém e que não tem mal errar. O que vale é que ontem, mais do que nos outros dias, tive pessoas espetaculares que não me julgam pela maneira dramática como lido com o falhanço e que me fazem parar de chorar, sair de casa e sorrir - e comer, "que a gente também gosta".

 

Para mim, fazer sushi foi como um churrasco, mas melhor porque não mete nada a arder. Provavelmente foi por isso que eu não queimei nada. 

 

Ser uma sushi girl é (Sinónimo de) Carmezim.

Marta. 

1 comentário

Comentar post

A Marta

Sinonimo de Carmezim

@mcarmeziim

Parcerias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal