Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

29
Jun17

Obrigada, querida Carolina

Nos últimos tempos tenho-me apercebido de uma tendência minha, um tanto ou quanto esquisita. Tenho sentido cada vez mais que fico a gostar mais de uma pessoa quando sei que ela está para ter bebé. Não sei exatamente porquê, mas é verdade. Fico com vontade de conversar com ela, gosto de saber dos desejos estranhos e fora do normal, gosto de saber se o bebé dorme ou não, quem se levanta mais vezes, gosto de ver as roupinhas e as traquinices dos pequeninos. 

 

Um ótimo exemplo disso é a Carolina Deslandes. Adorei-a quando ela participou nos ídolos, mas depois do programa ter terminado deixei de saber muita coisa dela. Depois, com o lançamento da "Mountains" ainda a andei a cantarolar por aí, mas não tinha tido a curiosidade de a seguir mais do que isso. Até que soube que ela estava grávida do Santiago. Acompanhei a gravidez dela pelo ecrã do meu telemóvel e hoje é das pessoas que mais gosto de seguir. Gosto dos vídeos dela a cantar na cozinha, baixinho, enquanto os bebés dormem e gosto do facto dela calçar vans a um recém nascido. É a mãe mais cool que eu sigo. 

 

 

Admiro-a muito, sobretudo desde que ela anunciou que estava grávida com o Benjamim - e podemos falar desta escolha de nomes absolutamente deliciosos? - porque uma miúda de 25 anos ter dois filhos com menos de um ano de diferença, merece palmas. E não comentários estúpidos, mas já lá vamos. 

 

Há alguns anos que sei que quero muito ser mãe antes dos trinta. A minha mãe, com a minha idade, já tinha um filho com um ano e estamos todos muito bem de saúde e nunca faltou nada, independentemente do choque que tenha sido uma gravidez tão cedo na vida. No entanto, também tive a sorte de crescer numa família que sempre me mostrou como as coisas resultam, se se fizer o esforço para tal. Em tom de brincadeira - mas a falar a sério - digo que gostava de ser mãe aos 26 ou 27. Só para dar aquele tempo de terminar o mestrado e começar a trabalhar. Depois, graças a Deus, existem por aí estas super miúdas-mulheres, que aos 25 anos já têm dois, como a Carolina.

 

Querendo ser mãe cedo, uma das minhas maiores preocupações - por muito egoísta que isto possa soar - é o estado em que o meu corpo vai ficar. Tal como já contei aqui, sempre me habituei a ter o corpo ideal para a minha estatura. Sempre fui alta e magra e agora, desde que descobri o exercício, ainda me sinto melhor na minha pele. O que me assusta não é o durante - aliás, até acho que vou ficar triste se for daquelas grávidas que não fica com muita barriga durante a gravidez -, mas sim o pós. Tenho medo de ficar muito desformada ao ponto de nem reconhecer o meu corpo, que demore a voltar "ao normal" e de isso me deixar novamente insegura na minha pele, depois de tanto tempo a trabalhar nessa confiança. 

 

Sendo uma seguidora atenta da Carolina Deslandes, o meu like no instagram foi instantâneo quando vi a fotografia que ela publicou na casa de banho, apenas de roupa interior em que se via como ela tem o corpo, um mês após ter tido o segundo filho, menos de um ano depois de ter tido o primeiro. Achei aquela fotografia absolutamente linda e quase tocante, sobretudo para alguém como eu que, admirando a mãe que ela é e pensa "também vou querer fazer uma maluqueira destas", se arrepia ao pensar no futuro corpo. A fotografia da Carolina é dos testemunhos mais reais que tenho visto nos últimos tempos, e foi sem dúvida uma força para todas as mulheres que se sentem inseguras nas suas peles, quer seja por terem tido filhos, quer seja por quererem ter ou por qualquer outra coisa que leve o nosso corpo a mudar. 

 

(Fonte)

 

Depois, aparecem pessoas como a senhora dona Maya. Essa senhora é mesmo daquelas pessoas que, quando se ouve falar dos seus "comentários", dá vontade de perguntar "mas afinal, quem és tu na fila do pão, amiga?" É daquelas pessoas que dá urticária porque acha que pode falar de tudo e mais alguma coisa. Às vezes acho impossível que ela acredite naquilo que diz, e que o faz somente para ser falada. Se foi isso que ela queria com os comentários sobre a Carolina e a sua fotografia na casa de banho, parabéns Maya. Jamais imaginaria que iria falar sobre ti no meu blog. 

 

Não li o discurso vergonhoso da Maya na totalidade porque tenho a certeza que ia ficar demasiado irritada se o fizesse. No meio das frases de ódio que li por alto, houve uma que me chamou especialmente a atenção: aquela em que a Maya - e olhem logo quem! - dizia que ao postar uma fotografia assim, a Carolina estava a dar um mau exemplo às suas seguidoras, por fazê-las achar que ter o corpo "neste estado" é algo saudável. 

 

Não sei se a senhora tem filhos ou não e muito menos me vou dar ao trabalho de fazer uma pesquisa para o saber, mas acredito que se tiver, ela certamente virou Sara Sampaio no dia a seguir ao parto. Logo assim. Se calhar pediu às cartas e puff!, lá se foi o peso, as estrias, as peles e tudo o que vem por acréscimo com a gravidez. 

 

No post da Carolina em que ela responde a estes comentários maldosos, disse mais uma frase absolutamente maravilhosa: que nunca nos podemos esquecer que existe beleza na imperfeição e liberdade na aceitação. Quer dizer, a rapariga tem que lidar com os comentários mais odiosos e ignorantes que tenho ouvido nos últimos tempos, e ainda responde com esta classe e, atrevo-me a dizer, amor? Se já merecia palmas antes, agora merecia que nos levantássemos todos. 

 

 applause standing ovation GIF

 

É engraçado como todos disseram que o Salvador Sobral - ao mencionar o famoso peido - deveria pensar mais antes de falar, porque é figura pública e não pode dizer o que lhe apetece, mas quando a Maya vomita comentários destes em plena televisão, poucas são as pessoas que se pronunciam. Quanta hipocrisía. 

 

No entanto, para terminar isto numa nota mais feliz: Obrigada, Carolina. Quando tiver o meu primeiro, o meu segundo, os filhos que vierem, e estiver também a fugir dos espelhos, a esconder-me porque engordei 10, 20, 50 quilos durante a gravidez, vou-me lembrar sempre desta fotografia. Vou-me lembrar que não sou só eu e que, mesmo se fosse, não havia mal nenhum. 

 

Girl Power é (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

12 comentários

Comentar post

A Marta

Sinonimo de Carmezim

@mcarmeziim

Parcerias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal