Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

24
Ago17

Pacote adulto com tudo incluído??

Não tenho por hábito planear com muita - ou às vezes, nenhuma - antecedência o que quero escrever aqui no blog. O máximo que faço é ter uma secção no meu planner dedicada a posts que eu sei que quero fazer, mas não precisa de ser já. É uma ótima maneira de não me esquecer de nada do que quero partilhar com vocês ao mesmo tempo que me ajuda em dias em que não aconteceu nada digno de ser partilhado. 

 

No entanto, esta semana parece que isto foi planeado, mas não. Sei lá, acho que até está a bater tudo certo. Ora vejamos: na segunda-feira, logo assim para abrir a semana, fiz um post em modo bitching máximo a queixar-me do calor. A queixar-me não, a gritar com o verão. Eu, logo eu, que tantas vezes sou "acusada" de só escrever sobre coisas de que gosto e que acho positivas - é assim tão estranho? 

 

Naquele dia deu-me para aquilo, às vezes temos que deitar cá para fora, até faz bem ao espírito refilar de vez em quando, dizer uma asneira mesmo que ninguém mais nos ouça. Ontem, foi mais um dia feliz aqui no blog porque gosto sempre tanto de partilhar um novo vídeo no canal. Hoje, que é para não enjoar, sou obrigada pelas circunstâncias da vida - e pela capacidade do ser humano de chatear uma pessoa até ao limite - a fazer um novo post em que, muito possivelmente, só me vou queixar. 

 

No mês passado contei aqui a missão que foi para mim conseguir inscrever-me no centro de emprego. Contei todas as peripécias, todos os obstáculos, passando por um comentário breve ao calor especialmente nojento que se fazia sentir nesse dia. No final desse post disse que me sentia oficialmente adulta e que estava muito feliz por isso. Até aqui, tudo bem e tudo verdade. Cada vez me sinto mais adulta e mais pronta para o futuro e para todas as responsabilidades que vêm com isso. No entanto, há uma coisa para qual ainda não estava preparada e que tenho as minhas sérias dúvidas se algum dia irei estar: telefonemas de números desconhecidos. 

 

Sempre detestei falar ao telemóvel. Mensagens, emails, tudo ok. Em telefonemas, a coisa já muda de figura. A única pessoa com quem gosto realmente de falar ao telemóvel é o meu Rapaz, de resto, se poder mandar uma mensagem como alternativa, faço-o sempre. Não sei de onde vem isso, mas a verdade é que sempre o senti. Não tenho por hábito ligar a amigos, mas claro que quando me ligam não vou rejeitar chamadas de propósito. No entanto, também é verdade que quando me ligam pela primeira vez, chego até a ficar nervosa. É uma cena parva, mas parva a sério, que nunca consegui explicar muito bem. Escrevendo isto assim ainda acho mais parvo. Perdoem-me. 

 

Apesar de, à medida que fui crescendo, ter perdido a sensação de desconforto quando falo com amigos e família ao telemóvel, há um hábito que não só nunca perdi como também acabou por se tornar regra: não atender números privados. Dantes, nos meus tempos de juventude, esta regra estendia-se a números que simplesmente não tinha registados no meu telemóvel. Preferia deixar o telemóvel tocar e pesquisar pelo número para ver se podia atender caso me voltassem a ligar. Agora, desde que comecei a trabalhar, já atendo números que não tenho registados visto que pode ser algo do trabalho, do mestrado, ou por causa de algum email que eu tenha enviado. 

Ainda assim, os privados ficam SEMPRE por atender, especialmente depois dessas maluqueiras todas de em 5 segundos nos tirarem o dinheiro do banco só por atendermos a chamada. Não que lá esteja uma fortuna, mas dá-me jeito não ser roubada. 

 

Há umas semanas, talvez há duas, depois de uma ida à casa de banho, vi que tinha uma chamada não atendida de um número privado. Voltaram a ligar-me poucas horas depois - atentem, tudo isto durante o horário de trabalho - e voltei, naturalmente e porque respeito muito as regras autoimpostas, a não atender. A situação repetiu-se nos dias seguintes, pelo que já passava os dias com o telefone em silêncio para não incomodar colegas. 

 

Por estar com o telemóvel sem som, não só perdia as chamadas indesejadas como também deixei de atender quem interessa durante o dia. A certa altura vejo que tenho duas novas chamadas não atendidas de um número que, efetivamente, me aparecia no ecrã, mas que eu não tinha registado. Depois de dois segundos de pesquisa percebi que o número pertencia, nada mais nada menos, do que à MediaCare. Fiquei chocada: mas desde quando é que eu tenho idade para ser contactada pela MediaCare?? Isso é telefonemas de gente crescida, que tem que levar com malta chata e cortar a conversa com um "agradeço, mas não estou interessada". Os meus pais é que recebem telefonemas destes, não eu!

 

Como sou uma pessoa que não gosta de confrontos e porque não quero estar a falar com estranhos, sobretudo durante o horário de trabalho, bloqueei o número. Passaram-se duas semanas, e sabem quantos números MediaCare tenho eu na minha lista de bloqueados? Sete. SETE NÚMEROS. TODOS DIFERENTES. Epá, é assim, se isto não é ser-se raposa velha e cheia de truques para ver se são atendidos, não sei o que é. Enquanto isso, se isto não é ser a coisa mais chata e irritante do mundo, também não sei o que é. 

 

 the simpsons scream fox tv clueless christian bale GIF

 

Para além dos sete números diferentes ainda acredito na teoria da conspiração de que o número privado também eram eles, que há por aí muito boa gente que atende tais números e assim era da maneira que se tornava impossível bloqueá-los. Eu sei o que vocês estão a pensar: "isso resolvia-se com um desses "agradeço, mas não estou interessada" de que falaste ali em cima" e provavelmente estou certos. Eu é que não gosto de confrontos, já para não falar que continuo na minha e digo que ainda não tenho idade para isto. 

 

Só eu sei os saltos que dou de repente, porque no silêncio do museu, irrompe o grito histérico do meu telemóvel. Neste momento, a MediaCare é como um ex chato: não atendemos, não dizemos nada e só para não ter a chatisse da conversa, preferimos revirar os olhos e dizer "é só a MediaCare outra vez... é obsessão!"

 

MediaCare não é (Sinónimo de) Carmezim

Marta.

 

6 comentários

Comentar post

A Marta

Sinonimo de Carmezim

@mcarmeziim

Parcerias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal