Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

15
Mai17

Uma carta ao Salvador

Querido Salvador, 

 

Eu sei que já venho um bocado atrasada, mas não foste só tu a ter um fim de semana em cheio. Por essa razão e com as devidas desculpas, venho humildemente oferecer-te as minhas palavras sobre o que fizeste na noite de 13 de maio de 2017. Ainda bem que não lês o meu blog, que assim talvez não tenhas dado tanto por este atraso, mas a verdade é que a inquietação de te escrever começou ainda ontem, mais propriamente a partir das cinco e meia da manhã. Hoje foram vários os momentos em que disse "porra pá, devia ter-me levantado da cama e ter escrito logo tudo o que me estava a vir à cabeça!". A sério que tive ideias fantásticas sobre a forma como te diria tudo o que tenho para dizer. Se esta carta não sair assim tão bem, culpo somente a minha preguiça de sair da cama quase às seis da manhã. 

 

Como não lês o meu blog, não sabes que recebi os meus dois primeiros comentários negativos no post em que falei de ti. Achei engraçada essa coincidência. Um dos comentário era de um anónimo que com muito poucos modos me pedia para meter o Benfica num sítio, no mínimo, desagradável. O outro, também de um anónimo, desabafou sobre o facto de não entender a onda de apoio que surgiu em teu redor, apelidando-te de "neurose social". Apesar de ter adorado o termo, não percebo como é que se pode chamar isso quando o gosto é, à partida, uma coisa pessoal. Eu adorei-te enquanto intérprete do "Amar Pelos Dois" e por isso partilhei com quem me lê. Essa tal "neurose social" só mostra que o povo português se calhar já não é tão kitsch e já não precisa de gritaria ou grandes performances para se deixar levar por uma música. 

 

 

Não sei até que ponto tu também não tens mão nisto, mas também te digo que para além da tua voz - que parecia feita para esta música - temos a tua irmã, que é tão culpada por este alvoroço todo quanto tu. Ontem nem sei quantas vezes ouvi a vossa música. Há quase uma semana que é tudo o que canto duranto o dia. Ontem corri o risco de ser assassinada por um grupo de homens com idade para ter juízo, quando num restaurante pedi para mudarem de canal - e isto implicava deixar de se ver os festejos benfiquistas, para se ver a distribuição da pontuação.

 

Tal como tu, não tinha a memória de até aqui ter visto um Festival da Eurovisão... e ainda bem, porque se eu tivesse que passar por aquele sofrimento todos os anos já tinha caído para o lado. Não foi fácil, aquela espera, mas eu sabia que - no mínimo! - o pódio era nosso. O que acabou por acontecer foi apenas a tradução do que eu - e tantas outras pessoas! - pensava desde o primeiro dia que te ouvi cantar esta música. 

 

Festejei a tua vitória. Fiz um brinde a ti. Quando ontem me perguntavam o meu clube, eu respondia que era team Salvador. Passaram já mais de vinte e quatro horas e sempre que vejo a atuação da final a passar nalgum canal, emociono-me. Emociono-me ao ler o que vai sendo escrito sobre ti e sobre a tua música. Se te ouço cantar, páro, vejo, ouço, e só me volto a mover quando a música acaba. Esta é a parte da carta em que também eu te agradeço. 

 

Ao contrário de algumas pessoas da geração dos meus pais, eu não te agradeço por teres realizado o meu sonho de menina de ver Portugal ganhar a Eurovisão. Eu agradeço-te pela música, não só por esta mas também por ter ficado a conhecer o teu álbum que agora ouço em repeat. Obrigada, sobretudo, pelo "Amar Pelos Dois"

 

Venha daí o anónimo dizer que esta neurose social se tornou crónica em mim, mas tenho que agradecer quando alguém cria uma coisa que me toque tanto. Ontem enquanto ouvia a música no carro pela milésima vez, eu disse para o meu Rapaz "mais do que gostar de ter cantado isto, adorava ter escrito este poema" porque é realmente das coisas mais belas que já ouvi. Isso associado à tua voz com a orquestração dada, cria esta obra prima que me abraça o coração e o embala de todas as vezes que a ouço. 

 

Falando-te da música: vi a tua entrevista no Alta Definição e ouvi-te dizer que este era um poema triste, que fala de um amor quase obsessivo. Mesmo que o outro coração já não queira mais, não faz mal, porque o meu pode amar pelos dois. Tu e a tua irmã criaram esta canção e por isso devia acreditar em vocês, mas se me permites, gostava de partilhar o que eu sinto quando ouço o vosso poema. 

Ouço uma história de amor a dois, num momento de luta. Para mim, um amor como aquele que é descrito só é possível quando existe um caminho construído a dois. No entanto, os obstáculos são reais, acontecem, e juntos há que os ultrapassar... mas às vezes é difícil. Às vezes, um dos corações pode dar por si a pensar que se calhar o amor, só o amor, já não é suficiente. Esta é a parte em que o outro coração tem que amar pelos dois. Ama pelos dois para carregar o outro por cima de um obstáculo. Para o reconfortar e mostrar que não está nada perdido, nunca está enquanto houver vontade. Em momentos de maior fraqueza, porque ninguém é de ferro, é sempre necessário que ambos estejam prontos para amar pelos dois. É isto que eu ouço.

 

Para mim, que não percebo nada disto, esta não é uma canção triste. Esta canção dá-me esperança. Esta canção é o que o amor deve ser, é o amor com que eu sonho e acho que deve ser por isso que não há vez em que a ouça sem ficar com as lágrimas nos olhos. Também é por isso que te tenho de agradecer. 

 

Para terminar, queres saber outra coisa engraçada? O que fizeste tornou-se tão meu também que me imagino a dançar esta canção no dia do meu casamento. Isso, ou a adormecer os meus filhos enquanto canto este poema lindíssimo porque mesmo quando eu for a mãe mais chata do mundo e eles me quiserem rifar... o meu coração vai amar pelos dois. Ou pelos que houver para amar. 

 

Eu sei que o meu obrigada é só mais um no meio de uma nação inteira, mas é sentido. Vou continuar a emocionar-me com o que fizeste e isso para mim, é algo que não tem preço. Mais uma vez, desculpa o atraso desta carta, mas acho que ainda estava a digerir o facto de ter, possivelmente, encontrado uma das canções da minha vida. Um bem haja, Salvador... e se te lembrares manda um beijinho meu à Luísa. 

 

Amar pelos dois é (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

19 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

A Marta

Sinonimo de Carmezim

@mcarmeziim

Parcerias

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal