Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

06
Mar18

Agora sim: o melhor dos Oscars 2018

Resultado de imagem para oscars 2018

 

Depois de um dia em que só refilei com o vencedor de Melhor Filme, hoje é dia de falar das várias coisas que me encheram de emoção. Essa é uma das razões pelas quais eu gosto tanto de ver os Oscars: adoro os monólogos de abertura que me fazem rir à gargalhada, gosto de festejar quando os meus preferidos ganham uma estatueta, gosto de me arrepiar com as atuações e gosto até de deitar uma lágrima com os discursos mais bonitos. É também por isso que gosto tanto de cinema, porque nos faz sentir todas estas coisas. Ah, e claro, porque gosto de ver pessoas bonitas. Hoje, partilho com vocês os vários momentos que (quase) me fizeram esquecer que A Forma da Água ganhou o prémio mais importante. 

 

1. Os vestidos

Fiquei surpreendida por haver tanto branco. Já tinha lido que as senhoras não iriam todas de preto e isso deixou-me bastante curiosa com o resultado desta red carpet. Houve muita coisa de que gostei, outras que simplesmente me fizeram mandar uma gargalhada ou simplesmente perguntar "porquê?!", mas o balanço foi bastante positivo. 

 

GettyImages-927240164.jpgjane.jpg

margot.jpg

 Estes foram dos três vestidos brancos que mais gostei. Houve outros, mas estes foram os que me deixaram de queixo no chão. As três com vestidos que abraçam o corpo, bastante justos até, mostram como o mesmo corte e a mesma cor se pode adaptar a várias idades. Estão as três simplesmente fantásticas. Olhando para as três fotografias apercebi-me que fiz quase uma linha cronológica da mais nova para a mais velha e achei curioso - e podemos tirar um segundo para apreciar a INCRÍVEL Jane Fonda? Nota-se que já levou ali uns toquezinhos, mas está fantástica, sobretudo depois de ter ido à Wikipédia e me ter apercebido que tem 80 anos. Amigos, tem a idade das minhas avós... como assim?! Enfim, depois a Margot Robbie é a Margot Robbie, uma das minhas atrizes favoritas. Fiquei com pena que ela tivesse feito aquele papel soberbo em I, Tonya no mesmo ano em que também há uma Frances McDormand, que nem deu hipótese a mais ninguém. Adorei os branquinhos, adorei a simplicidade das maquilhagens e dos cabelos. Para mim, está tudo perfeito! 

 

betty.jpgGettyImages-927226962.jpg

nicole.jpg

O azul é outra cor que se viu bastante na passadeira vermelha e foi também algo que, para mim, resultou muito bem. Aqui podemos ver três tons muito diferentes de azul, em três corpos totalmente diferentes, mas foram outros três looks que achei bastante arrojados. Na primeira fotografia está Betty Gabriel, e nem imaginam o berro que dei quando me apercebi que ela é a atriz que faz de empregada no filme Get Out. Ela no filme é tão... estranha - para não dizer pior - e aqui apareceu-me assim. Apesar do decote arrojado, fiquei apaixonada pelo todo. O cabelo, a pele iluminada, o tom do vestido que fica tão bem com a sua cor de pele, e o facto do vestido ser enorme - é logo meio caminho andando para ganhar aqui uma fã!

 

Depois temos Mirai Nagasu, super fofinha. Adoro o vestido, faz-me lembrar algo estilo fadinha do mar (?), assim uma coisa meia mágica, meia dreamy. Gostei mesmo muito das transparências, dos pormenores do vestido e do degradé no geral. Para além disso, ela própria, assim pequenina de ar simpático, faz com que o look lhe assente que nem uma luva. 

 

Depois temos a rainha disto tudo, não é verdade. Miss Nicole Kidman. NEM.HÁ.PALAVRAS. Há por aí muita gente a refilar com o laçarote e a dizer que ela parece um presente de natal, mas eu adoro. Acho que foi uma maneira super gira e arrojada de contrabalançar a forma do seu corpo. A cor é marcante e lindíssima. O cabelo é aquilo a que já nos habituou e que nunca cansa. Linda, linda, linda! 

 

GettyImages-927242092.jpglupita.jpg

sandra.jpg

 Destes três podia ficar aqui três dias a falar sobre cada um deles. Quem me conhece sabe que eu tenho duas cores preferidas: cor de rosa e dourado. Por isso, estão a imaginar o meu entusiasmo - especialmente depois de uma red carpet dos Golden Globes em que não tive direito a cores - quando dou de caras com estes vestidos que são autênticas bolas de espelho. E acreditem, isso para mim é o melhor dos elogios. A Gina Rodriguez, na primeira fotografia, fez-me delirar com aquela sobresaia. Era menina para dar o mindinho do pé para poder experimentar aquele vestido. Os outros dois, são simplesmente de deusas dos dourados. Como disse no instagram: I-CO-NIC!!!! E as saudades que tive de pôr a vista em cima da Sandra Bullock? É que nem imaginam! 

 

gal.jpgGettyImages-927230382.jpg

GettyImages-927246436.jpgjanney.jpg

 Estava a adorar pôr os vestidos em categorias, mas sobraram-me estes. Estes são mais quatro looks que me puseram a bater palminhas de contente e a dizer "You go, girl!". Os dois de cima fizeram-me lembrar uma onda estilo anos 20 adaptado ao séc. XXI. Para além de gostar das várias camadas e pormenores de ambos os vestidos, adoro os cabelos. OS CABELOS, meus caros! Dois penteados totalmente diferentes, mas que achei tão românticos, com tanta classe. Outros dois looks em que não alterava nada! 

 

Os dois de baixo mostram duas senhoras por quem eu morro de amores. A Taraji já ganhou o meu coração há algum tempo e a Allison Janney ganhou-o também desde que vi a sua performance em I, Tonya - quem não viu, tem MESMO que ver esse filme. De cores e estilos totalmente diferentes, acho que foram outros dois looks que viraram todas as cabeças. Adorei, adorei-as e adoro-as! 

 

2. Os discursos 

O ano passado foi mais rico em discursos que apelaram ao sentimento, mas este ano tenho que destacar estes dois. Curiosamente, dois discursos de dois atores de um dos meus filmes preferidos nomeados para oscar de Melhor Filme. Sam Rockwell com o seu discurso dedicado aos pais e Frances McDormand com o seu discurso interventivo e arrepiante. Palminhas para eles! 

 

 

3. Os momentos 

Há uma coisa que eu não costumo dar grande atenção: às músicas nomeadas para melhor canção original. Felizmente para pessoas como eu, é tradição nesta cerimónia que todas as cincos músicas nomeadas sejam cantadas e tocadas ao vivo, entre prémios. Todas as atuções foram boas, mas houve três que me deixaram absolutamente impressionada. Por um lado, por não conhecer as músicas, por outro por não ter visto os filmes e ainda - com a exceção da linda da Mary J. Blige - por não conhecer os cantores. Já vi e revi estes três momentos e de todas as vezes fico arrepiada até aos cabelos. Escusado será dizer que tenho uma crush por coros gospel. Três momentos que me fizeram querer desatar a cantar aqui em casa - mas não podia, afinal eram quase cinco da manhã. 

 

 

Sim, sim, já sei. "Fogo Marta, este post nunca mais acabava!" Eu sei que é longo e que se calhar só vão ver as fotografias e clicar no play de alguns dos vídeos. Contudo, também já sabem que aqui a vossa amiga adora estas coisas e tem sempre algo a dizer. Já sabem que me emociono muito e que tudo o que provoca isso em mim é, na minha opinão, digno de ser partilhado. Eu, pelo menos, adoro quando me fazem esse favor. Já para não falar que falar e ver estas coisas, estes momentos fantásticos da noite dos Oscars fazem-me esquecer aquilo que vocês sabem. Quais os momentos que mais gostaram?

Até para o ano, Oscars! 

 

Oscars são (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

2 comentários

Comentar post

Sinonimo de Carmezim

Por detrás deste blog está a Marta. Com 22 anos, saloia de gema, criou este cantinho onde vão poder encontrar tudo o que é sinónimo da sua pessoa.

ÚLTIMO VÍDEO

instagram

Find me on facebook

Parcerias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.