Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

09
Jan18

Fugiram de casa de seus pais

Este é o nome do meu mais recente vício. Não, não ando a fugir de casa dos meus pais até porque está um frio de rachar e, sejamos sinceros, todos sabemos que eu não iria durar muito tempo sozinha por aí. Fugiram de Casa de Seus Pais é um recente programa da RTP1, protagonizado por Miguel Esteves Cardoso e Bruno Nogueira. Se nunca viram, se nunca ouviram falar, por favor leiam o resto deste post porque lá em baixo vou deixar tudo o que precisam de saber para ver este programa. 

 

Eu própria, até há bem pouco tempo, não fazia a mínima ideia da existência deste programa. Não sou a espectadora mais assídua da RTP1 e por isso nem sequer vi qualquer tipo de publicidade. Fiquei a saber da existência deste novo programa através da entevista que o Rui Unas fez ao Bruno Nogueira no seu podcast Maluco Beleza. Fiquei automaticamente curiosa, ainda antes de saber que iria contar com a participação de Miguel Esteves Cardoso, 20 anos depois de ter participado num programa de televisão pela última vez.

Play - Fugiram de Casa de Seus Pais

 

Desde que tive o prazer de ver uma atuação de stand-up do Bruno Nogueira que me tornei fã dele enquanto comediante. Isso é algo que não é para todos: o meu pai foi ver a mesma atuação que eu e, totalmente ao contrário de mim, detestou o humor que Bruno Nogueira fez nesse dia. Ele recorre muitas vezes aos palavrões e a temas básicos e isso ou provoca o riso, ou não. Em mim provocou, mas também é de notar que por causa disso, Bruno Nogueira pode facilmente ser julgado como um parvo qualquer que só sabe faze humor assim. Em Fugiram de Casa de Seus Pais - e mesmo na entrevista com o Rui Unas, que podem ver aqui - ficamos a conhecer um lado seu totalmente diferente. 

 

Na entrevista com o Unas, Bruno Nogueira conta como é que a ideia para este novo programa surgiu: almoços. Partilhando uma amizade, Bruno Nogueira e Miguel Esteves Cardoso vão muitas vezes almoçar e durante esses almoços, como duas pessoas normais que são, conversam. O que Nogueira começou a achar foi que essas conversas eram tão boas, que seria uma pena se não fossem partilhadas com mais pessoas. Assim surgiu a ideia para este programa. Parece fácil.

 

Fui a correr pesquisar e depois de ter visto o primeiro episódio tive que ver logo o segundo. A conversa passa-se na sala de estar do próprio Miguel Esteves Cardoso, rodeados de livros e a meia luz - como que um total contrário do que agora se encontra na televisão, cheia de luz e sons demasiado altos. As conversas em si são uma delícia. Eles dizem que não querem falar de temas da atualidade porque se o fizessem, daqui a dez anos já não faria sentido revêr estas conversas. Por outro lado, eles falam de coisas intemporais, dilemas do dia a dia, expressões idiomáticas e outras coisas completamente banais da vida em sociedade. No primeiro episódio, MEC diz que este é um programa para falar sobre coisas da eternidade. Lindo. 

 

Um dos aspetos que mais tenho gostado neste programa é o facto de, a certa altura, quando a conversa já fluí como se não houvesse câmaras, eles se questionarem um ao outro com verdadeira curiosidade. O que quero dizer com isto é que quando fazem perguntas um ao outro não é em modo entrevista, é mesmo porque querem saber o que o outro pensa, o que o outro faria naquela situação. Neste contexto, a diferença de idades acaba por ser um dos pontos mais fortes destas conversas porque nos ficamos a aperceber do quanto as coisas têm mudado nos últimos anos. 

 

Cada programa tem cerca de 40 minutos e nos últimos vinte minutos junta-se sempre um convidado que, regra geral, tráz também um excelente contributo à conversa. Os primeiros cinco episódios já disponíveis contaram com a presença de Gisela João, Nuno Markl, Rodrigo Guedes de Carvalho, Capicua e José Avillez. Hoje podem ver um novo episódio na RTP1, às 22h51. Pessoalmente - e sendo que só consegui ainda ver os três primeiros episódios - o meu episódio preferido foi, sem dúvida, o terceiro episódio com Rodrigo Guedes de Carvalho. A sério, vale a pena verem pelo menos este, ou simplesmente ouvirem. 

 

Aqui, podem ver os episódios que já deram na televisão. Infelizmente, os episódios disponíveis online têm uma data de validade e o primeiro episódio já desapareceu. Contudo, têm ainda quatro episódios com quatro convidados diferentes por onde escolher. Aconselho vivamente que ouçam estas conversas que, sempre com um toque de humor que os caracteriza a ambos, independentemente do tema que falam, vamos sentir que poderiamos estar ali com eles na conversa. 

 

Boas conversas são (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

Sinonimo de Carmezim

Por detrás deste blog está a Marta. Com 23 anos, saloia de gema, criou este cantinho onde vão poder encontrar tudo o que é sinónimo da sua pessoa.

ÚLTIMO VÍDEO

instagram

Find me on facebook

Parcerias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.