Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

19
Abr18

"Marta, porque é que hoje não há fotografias?"

Digam lá se, ao abrir este post, esta não é a primeira e mais importante questão que têm para me colocar! Aposto que estão todos curiosos. Se calhar podem achar que é porque, enfim, a trabalhar nem sempre vai dar para ter fotografias minimamente bonitinhas e de fácil relação com o tema do post. Digo-vos já que isso (pelo menos durante esta primeira semana) é mentira, porque durante o fim de semana tirei fotografias que tivessem a ver com os post que queria escrever no decorrer da semana. Por isso, "Marta, porque é que hoje não há fotografias?". Porque estou sem telemóvel! 

 

Isto dito assim não parece grande drama. Na verdade, não é de todo um drama. Mas olhem que irrita bem mais na realidade do que somente a lermos o relato duma dessas situações. O pior? Não ficou em casa, em segurança, ali quietinho sem ninguém lhe mexer. Não, isso seria só um bocadinho irritante e chato. Pior mesmo é deixar no carro, ali escarrapachado para quem quiser ver. Essa parte é que é verdadeiramente chata... e convenhamos, um bocadinho assustadora. 

 

Sou aquela pessoa que vê telemóveis e o que há de novo no mercado muitas vezes, sobretudo desde que tenho o blog e o canal. Cada vez mais acho que compensa comprar um bom telemóvel, com boa capacidade e uma grande câmara, em vez de gastar dinheiro numa câmara fotográfica/de filmar. Os preços rondam mais ou menos a mesma coisa, e um telemóvel sempre dá para utilizar para outras coisas, já para não falar que é mais provável que ande sempre conosco. A menos que sejam eu, que deixo o telemóvel no carro. Ainda assim, eu AMO o meu telemóvel. Adoro-o mesmo, do fundo do meu coração. Embora, ocasionalmente, vá ver as vistas aos catálogos das operadores, este é o meu primeiro bom telemóvel. Muito bom telemóvel. Daí a taquicardia quando percebi que não estava na mala.

 

Felizmente, apercebi-me logo que nem sequer tinha chegado a sair do carro com ele. Se por acaso estivesse especialmente confusa com a ordem de acontecimentos e não tivesse essa certeza, acho que teria ficado para morrer. Perder o telemóvel, ou até que mo roubem é dos meus maiores dramas. Isso ou que o deixe cair entre o metro e a plataforma. Ainda bem que percebi logo que "só" o tinha deixado ali à mostra, no carro, que vais estar ali estacionado até às 22h. 

 

Eu sou aquela pessoa que mexe muito no telemóvel quando está sozinha. Para entreter, sobretudo, mas para responder a uma outra mensagem. Ora, acontece que hoje não estava sozinha porque tive a sorte de puder vir com a companhia do meu Rapaz até Lisboa. Lá fomos no carro, todos contentinhos da vida, na conversa e a cantar a banda sonora do The Greatest Showman - sim, ainda continua a bombar no carro! Como estava com ele, já entretida e distraída, nunca mais me lembrei de tirar o telemóvel do sítio em que o coloco sempre quando conduzo. 

 

Chegámos ao destino, vimos o autocarro logo ali e saímos disparados. Aqui, com a pressa, ainda mais baixas se tornaram as possibilidades de me lembrar de agarrar no meu telemóvel. Uma vez na plataforma do metro, foi hora de nos despedirmos para cada um apanhar o seu transporte para o trabalho. Assim que me apanhei sozinha, lembrei-me "ora deixa lá ver o que se passa no Instagram". Bastou olhar para a minha mala para me lembrar que ele não estava lá. A  minha mão nem sequer chegou a tocar na bolsa onde eu o coloco: eu já sabia! Fiquei PIOR que estragada. Não só porque vou estar incontactável até às 22h30, mas porque se aproxima um dia sem ouvir música ou um podcastezinho que se preze. 

 

Seguiu-se toda uma logística para colocar o meu telemóvel a salvo e entretanto já foi resgatado. Está a salvo, felizmente, sem nenhuma mazela. Consequência para o blog? Um post assim sem cor nenhuma, meio triste. Estraga aqui um bocadinho o cenário geral do blog, mas pronto, são coisas que acontecem. Valeu para o susto? Mais ou menos, porque sabia que não o tinha perdido. Valeu sim para a chatice, porque sobretudo a trabalhar, como diz a minha avó Amélia, "o telemóvel é uma companhia!"

 

Cabeça de alho chocho é (Sinónimo de) Carmezim. 

Marta.

 

Sinonimo de Carmezim

Por detrás deste blog está a Marta. Com 23 anos, saloia de gema, criou este cantinho onde vão poder encontrar tudo o que é sinónimo da sua pessoa.

ÚLTIMO VÍDEO

instagram

Find me on facebook

Parcerias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.