Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

11
Out17

Não abusemos!

Uma vez disseram-me "os homens não compreendem que às vezes as mulheres precisam duma discussão ou outra". Fiquei para lá de baralhada quando me disseram isto, sobretudo porque foi dito por uma mulher. Nunca percebi bem essa coisa de quando as coisas estão "demasiado bem" uma das partes começar a inventar problemas onde eles não existem. Faz-me lembrar coisas do meu tempo do Hi5, em que se tudo estivesse bem discutia-se sobre o top dos melhores amigos no perfil. 

 

Para mim isso nunca fez sentido. Sou uma pessoa de muito mimo, de muito amor, que não gosta de terminar o dia sem um abraço bem dado. Aliás, para quem não tenha muita paciência, posso até passar por carente. Também já achei que o era, e achava que isso era uma horrível e que nunca ninguém iria ter paciência para aturar o facto de eu ter um minimo de mimo diário a ser cumprido - coisas de pita parva e (ainda mais) dramática. Hoje não acho que seja carente, sobretudo porque essa palavra tem sempre uma carga negativa agarrada. Acho que esse meu lado tão emocional é, na maior parte das vezes, uma das minhas maiores qualidades. 

 

 

A semana passada não foi fácil. O trabalho foi muito, senti que estava a descorar o blog e o tempo para as coisas agradáveis da vida foi escasso - incluindo poder passar tempo de qualidade com o meu Rapaz. De dia para dia consegui sentir a minha disposição a descer mais um degrau na escala. A coisa não estava fácil e obviamente que para além dos meus pais, quem teve que lidar com a má disposição, numa escala sem precedentes, foi o meu Rapaz. 

 

 friends ross mistake david schwimmer im sorry GIF

 

Ao fim de dois dias de um verdadeiro humor de cão, pensei "wow. Eu estou a inventar problemas onde eles não existem!", tal e qual como me disseram que é "costume das mulheres" - seja lá o que isso quer dizer. Nem quis acreditar que durante aqueles dias estava a fazer exatamente aquilo que nem sequer percebia como era possível. A verdade é que em dois ou três dias eu respirava fundo, eu tinha mesmo aquela vozinha dentro da minha cabeça a dizer que estava a ser parva e mesmo assim... parecia que não conseguia acalmar-me. 

 

A melhor descrição que posso fazer daquilo que estava a sentir era uma vontade muito racional de me convencer de que, na verdade, não se passa nada de mais; essa vontade era, no entanto, derrotada por um aperto no peito que me obrigava a falar. E a falar. E a falar. Não fui mal educada nem desagradável - mesmo se quisesse, não ia ser capaz de o ser para o meu Rapaz. - mas fui chata o suficiente para no fim me desfazer em desculpas. 

 

Costumo dizer-lhe, em minha defesa, que com a mesma rapidez que estes acessos de refilisse acontecem, também se vão embora e eu vou sempre ser a primeira a reconhecer que fui uma parvalhona de primeira. Não sei bem como, mas acabei por ter uma sorte do caraças com o Rapaz que me calhou na rifa. Eu refilo e ele não só me mostra que estou errada como é capaz de desculpar o meu discurso estapafúrdio na hora. 

 

Isto tudo para partilhar com vocês que apesar de o ter feito, continuo sem perceber porque é que o ser humano - acredito que também haja homens com esta tendência - inventa tanto problema. O meu objetivo daqui para a frente é ter mais força de vontade e controlar essa vontade de refilar por nada. Pensar se vale realmente a pena e não me sentir mal se não falar - às vezes fico com esse dilema, com medo que se não falar estarei a esconder alguma coisa do meu Rapaz, a reprimir algo. 

 

O objetivo é entender que esse mesmo dilema deixa de existir quando há coisas que não valem a pena. Melhor: há coisas que nem sequer existem. Eu prometi-lhe que semanas como a que passou não voltam a acontecer porque vou esforçar-me ainda mais para conseguir ter calma - até porque acho que isto tem tudo a ver com o facto de eu ser uma stressada do caraças. Eu tenho uma sorte do caraças, mas também... não abusemos!

 

Respirar fundo é (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

Sinonimo de Carmezim

Por detrás deste blog está a Marta. Com 22 anos, saloia de gema, criou este cantinho onde vão poder encontrar tudo o que é sinónimo da sua pessoa.

ÚLTIMO VÍDEO

instagram

Find me on facebook

Parcerias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.