Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

11
Mai18

Sunshine Blogger Award: Nomearam-me e eu aceitei!

 

Há muito tempo que não me acontecia uma destas! Aliás, acho que é apenas a segunda vez que alguém se lembra aqui do meu cantinho para responder a uma Tag. Para quem não está familiarizado com este termo, esta coisa das Tags é algo que se faz muito nos blogs e no Youtube em que cada pessoa responde a um conjunto de perguntas. O principal objetivo é que o espetador/leitor conheça um pouco melhor quem está por trás do conteúdo que vê/lê. Desta vez, quem se lembrou de mim foi a Mariana Magalhães do blog letra éme. Por isso, e para terminar a semana de uma maneira bem levezinha e agradável, aqui estão as regras da Tag: Sunshine Blogger Award! 

- Agradecer ao blogger que te nomeou.

- Responder às 11 perguntas que te foram dadas.

- Nomear 11 bloggers e fazer-lhes 11 perguntas.

- Colocar as regras e incluir o logótipo do desafio no post. 

 

Mais uma vez, agradeço muito à querida Mariana do blog  letra éme por se ter lembrado de mim. Adoro ler este tipo de posts e adoro escrevê-los por sentir sempre que estou a partilhar pequenos pormenores que não partilharia num post "normal". Agora, as perguntas (e as minhas respostas): 

 

1. O que serviu de inspiração para o nome do teu blog?

A história do nome do meu blog é contada muitas vezes. Na verdade, eu não posso ficar com os créditos de me ter lembrado deste nome de que gosto tanto. Esses, vão para o meu Rapaz. O nome veio absolutamente do nada, durante um telefonema na cama mesmo antes de ir dormir. Estávamos a tentar inventar algo em que o meu apelido (Carmezim) ficasse bem, porque sendo tão diferente, queria utilizá-lo. O nome (Sinónimo de) Carmezim surgiu do nada, mas encaixa na perfeição no meu blog sobretudo porque não tenho um tema. O blog é, literalmente, tudo o que é sinónimo de (Marta) Carmezim.

 

2. Preferes chegar com poucos minutos de atraso ou meia hora mais cedo?

Depende. Se for de manhã, é mais provável arriscar chegar alguns minutinhos atrasada, se não for nada de importante, claro. Se for algo importante (e/ou à tarde) prefiro sempre ir mais cedo, sobretudo porque detesto que esperem por mim. Se for algo do trabalho, ainda mais: acho a pontualidade uma característica muito importante! 

 

3. Chá ou café?

Outra pergunta difícil. O ano passado deixei de beber café durante uns tempos e senti grandes diferenças. Sempre gostei imenso de chá, de todos os sabor possíveis e imaginários e comecei a beber mais quando deixei de beber café. No entanto, não aguentei muito tempo. Passado uns meses voltei a beber café e por isso, o que faço normalmente é beber um capuccino de manhã, um café depois de almoço e depois de jantar bebo uma boa caneca de chá!

 

4. Qual foi o último livro que leste?

A Vida de Uma Serva, de Margaret Atwood. Podem ler aqui a minha review deste livro que serve de base para uma das séries que mais gosto de acompanhar. Depois deste, ando a portar-me mal no que toca a ficção. Agora, até por causa da altura da tese se estar a aproximar, tenho dedicado o tempo de leitura a livros mais técnicos. Neste momento estou a ler Os Museus e o Património Cultural Imaterial de Ana Carvalho.

 

5. O que querias ser quando eras criança e o que mudou entretanto?

Ser escritora/jornalista. A única coisa que mudou, para ser sincera, foi a questão do jornalismo. Depois de ter tido algum contacto com a área na primeira licenciatura que frequentei, rapidamente me passou a vontade de fazer do jornalismo a minha vida. Atualmente, escrevo para o Espalha-Factos para matar esse bichinho que, mesmo assim, nunca foi embora completamente. No entanto, descobri o mundo do Património e dos Museus (e das reservas!) que me apaixonou e se tornou aquilo que quero realmente fazer. A parte de escrever um livro será sempre aquele sonho de uma vida que conto concretizar - sobretudo se for um livro para crianças!

 

6. Qual é o melhor elogio que alguém te pode dar?

Ui, esta é difícil. Sou uma pessoa que por vezes consegue duvidar um bocadinho de si e por isso, qualquer elogio é um bom elogio. Ainda assim, e destacando um "tipo" de elogio, talvez aqueles que estão relacionados com a forma de lidar com os outros, sobretudo no que toca à família e aos amigos. Isso, ou algo relacionado com o blog - soa sempre a surreal.  

 

7. Gatos ou cães?

Cães, cães, cães. O que é curioso porque se calhar até aos meus dez anos, se visse um cão a um quilómetro de distância começava a entrar em pânico, mesmo sem nunca ter tido um susto. Hoje em dia, sou doida por cães. Tenho um labrador, o Mike, que tenho que vos apresentar. É espetacular! Felizmente, o meu Rapaz também tem o sonho de ter um cão, por isso acho que o nosso problema vai ser escolher um cachorro quando formos para a nossa casa! 

 

8. Recebeste uma proposta de trabalho irrecusável na Austrália e tens apenas 24h para responder. O que farias?

Epáaaaaaaaaaa.... nunca digas nunca, mas era difícil de aceitar algo tão longe do meu país e da minha família. Talvez considerasse se fosse, por exemplo, um ano (e já estou a fazer careta), mas tinha que ser agora, numa de poupar dinheiro para ter a minha família. De resto, acho que não. Para além de ser pouco aventureira, cresci sempre perto dos avós todos, dos tios todos e dos primos todos. O meu Rapaz igual. Não só gostava de proporcionar o mesmo aos nossos filhos, como até a área profissional em que me quero especializar passa, precisamente, pelo local onde moro e cresci. 

 

9. Qual é a tua mania mais estranha?

Ui, outra pergunta difícil. Tenho tantas! Para vos contar apenas uma, posso escolher a forma como conduzo. Considero-me uma pessoa alta e com as pernas compridas. No entanto, conduzo com o banco o mais chegado ao volante quanto possível. Vou fazer quatro anos de carta e sempre que andam comigo de carro os meus pais perguntam quando é que começo a experimentar andar com o banco mais para trás. Faz-lhes confusão, porque até a minha mãe (mais baixa que eu) usa o banco mais para trás. Não sei porque é que comecei a conduzir assim, mas é a única maneira de me sentir segura. 

 

10. E o teu maior arrependimento?

Bem, também tenho vários porque fui uma adolescente meia parva. Um deles, foi ter feito um alargador. É verdade. Fui até aos 16mm. Felizmente, a pancada passou-me e o buraco da minha orelha fechou quase completamente. No entanto, ainda parece que tenho a orelha meia rasgada quando uso uns brincos mais pesados. Isso e ter cortado todas as minhas t-shirts. Atualmente, tenho talvez duas que se aproveitam. Estúpida. 

 

11. Para terminar: diz três coisas pelas quais te sentes grato/a.

Família, o meu Rapaz e o meu trabalho. Se estas três coisas estiverem bem, não preciso de muito mais. 

 

Acho que não estou a ir contra nenhuma regra se pedir aos blogs que vou nomear para responderem às mesmas perguntas que eu. Acho que são perguntas giras e que obrigam a que as respostas sejam muito pessoais e não tão genéricas quanto isso. Adorei responder a esta Tag, por isso obrigada Mariana. Espero que também tenham gostado de saber mais uns pormenores sobre mim!  

Gostava de ver os seguintes blogs a responderem a este pequeno questionário:

 

O Quiosque da Joana

Blog Bestialmente Conhecido

Mami

A Hipster Chique

Elleonora

Chic'Ana

Entre Parêntesis

Diário de Uma Desarrumada

Coisas do Dia

Depois dos 30

Baú da Tanocas

Vou Buscar a Lua 

 

Tags giras são (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

9 comentários

Comentar post

Sinonimo de Carmezim

Por detrás deste blog está a Marta. Com 23 anos, saloia de gema, criou este cantinho onde vão poder encontrar tudo o que é sinónimo da sua pessoa.

ÚLTIMO VÍDEO

instagram

Find me on facebook

Parcerias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.