Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(Sinónimo de) Carmezim

(Sinónimo de) Carmezim

12
Mar18

Um pedido a todas as mães deste país

0383E695-E2D5-4BDA-A85F-2470CB8D8E25.jpg01252FA3-3556-4642-83C2-906DA605582B.jpg

 

Quem diz mães diz tias, diz avós, diz toda a panóplia de graus de parentesco que possam existir numa família. Este pedido vem da parte de alguém que gostaria que este pedido já tivesse sido feito por outra pessoa, visto que me pouparia alguns momentos de pura desilusão. O pedido que quero fazer a todas as gerações de todas as famílias deste país, fazendo eu parte da geração mais recente da minha, é: guardem bem guardadinhas as vossas roupas antigas! POR FAVOR! 

 

Já reparam que me tenho esforçado bastante para ter sempre fotos minhas ou tiradas por mim a acompanhar cada post que faço. Quando não são tiradas por mim - depende sempre do tema - gosto de ir aos álbuns antigos encontrar fotografias que se encaixem perfeitamente no texto que escrevi. Isso aconteceu, por exemplo, no meu último post sobre o dia da mulher ou aquele em que falei do meu irmão e do seu gosto musical. Adoro o meu espólio familiar e adoro ainda mais o facto de os meus pais terem tido a preocupação de filmar e fotografar tanta coisa! 

 

Ora, durante estas viagens aos álbuns de famílias encontram-se as mais engraçadas memórias - a começar pelas indumentárias típicas dos anos 80 e 90, que constituem uns 90% do arquivo familiar cá de casa. É bem verdade que em muitas dessas fotografias - sobretudo em casamentos - a primeira coisa que me vem à cabeça é: "como é que não se riam todos uns dos outros com a figurinha fantástica que faziam?". Digo isto com todo o carinho, obviamente, e claro que temos que olhar estas coisas com os olhos da época, mas há casos em que é impossível não soltar uma gargalhada. Ele é riscas com bolas, ele é camisa amarela com calças vermelhas, é calças à boca de sino com o tacãozinho da bota a ver-se bem, é a meia de cor com um mocassin...

 

Agora, tendo lido isto, parem um pouco para pensar: acabei de descrever as indumentárias do século passado, ou descrevi apenas uma montra da Zara? Exato, pode ser confuso, porque a verdade é que acabei por descrever as duas. A melhor parte? É que eu própria seria capaz de comprar todos esses looks em qualquer Zara perto de si - com a exceção das calças à boca de sino, ainda não consigo compreender bem que essa moda esteja a voltar. Os anos em que usei isso no infantário bastaram-me e bem. 

 

Pormenor que então importa reter: estas roupinhas, que a minha mãe diz sempre que podia ir buscar iguais ao baú da minha avó, são caríssimas. Tudo de trinta euros para cima, o que quer dizer que comprando duas pecinhas já estamos com o orçamento a rebentar pelas costuras. Outro pormenor importante: a minha mãe diz que podia ir buscar aquele casaco, aquela saia ou aquelas calças ao baú da minha avó. Pode mesmo? Não, porque se desfez da roupa. É aí que o sentimento de desilusão avassalador me abana forte e feio. Só de pensar no dinheiro que já teria poupado em calças de cintura subida... é melhor nem pensar nisso. 

 

No entanto, e porque me considero uma pessoa cheia de sorte, ainda me vou safando de vez em quando. Uma coisinha aqui, outra coisinha ali, e vou conseguindo herdar umas peças de roupa bem giras e bem clássicas. A  minha última grande descoberta que não tenho largado desde aí é esta gabardine. Já tinha uma, comprada há uns bons anos, que apesar de muito gira e de continuar a gostar dela, é o que eu chamo de gabardine falsa: dá pela cintura e não é impermeável. É um casaco com cinto, basicamente. 

 

Esta nova descoberta não só é ótima para a proteger da chuva - sobretudo porque adoro andar com roupa de lã no inverno, o pior tecido para apanhar molhas - como é grande e larga. Não tem cinto e por isso fica muito mais fácil de utilizar no inverno porque tem espaço para enfiar a camisola mais grossa que tivermos no armário. O corte é das coisas que mais gosto porque acho que é o que se faz notar que é, realmente, um clássico. Acho que tem um ar muito british, não me perguntem porquê. A parte mais gira é a de trás, com um grande corte ao meio, logo por baixo da zona das omoplatas - eu sei, é o mais giro e não tirei fotografia nenhuma a esse detail. Acreditem que a minha mãe já me deu na cabeça. 

 

4C40E035-C418-490C-8B9B-4AC4855D82B4.jpgF00B5E54-F53C-4D68-9D4E-784D41A75A7A.jpg

 

Este foi um dos looks que mais gostei de usar nas últimas semanas. Calças e mocassins - pelos quais estou apaixonada - da última coleção da Zara, mas que ficam tão, tão bem com uma gabardine que deve ter os seus 50 anos. É por isso que, mulheres de Portugal, vos peço que não se livrem de TUDO.

 

33B1DA54-1730-4024-ABF0-27D01EDA3B02.jpg6527ED96-E32C-4F92-9421-2FD654D2A983.jpg

 

Também gosto muito de ter as coisas organizadas, de não acumular muitas coisas ao longo dos anos, mas olhem que as vossas filhas, primas, sobrinhas, filhas de amigas, netas... vão, mesmo que seja daqui a cinquenta anos, gostar muito do vosso guarda roupa! Eu, por exemplo, fiquei apaixonada por esta saia da Zara, mas ainda tenho esperança que daqui a uns dias a minha mãe encontre algo do género aqui por casa! 

 

3067185064_1_1_1.jpg3175045400_1_1_1.jpg

 

 Heranças quentinhas são (Sinónimo de) Carmezim.

Marta.

 

Sinonimo de Carmezim

Por detrás deste blog está a Marta. Com 22 anos, saloia de gema, criou este cantinho onde vão poder encontrar tudo o que é sinónimo da sua pessoa.

ÚLTIMO VÍDEO

instagram

Find me on facebook

Parcerias

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.